quinta-feira, 26 de maio de 2016

Emoções e Relações Entre Acordes

Música é algo extremamente complexo e existem vários elementos que podem fazer a gente gostar mais ou menos de uma música: a estrutura, o ritmo, a melodia, a interpretação, o arranjo, a letra, etc. Mas pra mim nada é mais fundamental do que a progressão de acordes. Os acordes se comunicam com nosso cérebro num nível primário, animal, que até um bebê entende e transcende contextos culturais - mais ou menos como um bebê já entende o que é doce ou amargo antes mesmo de saber falar. São as mudanças de acordes que, acima de tudo, definem a emoção e o Senso de Vida básico que uma música está transmitindo. Elas permitem que a gente simpatize o bastante pela obra pra querer embarcar nela e apreciar suas outras qualidades. Abaixo está a tabela que há alguns anos eu uso para classificá-las:


Entendendo a tabela:

Os números e letras na borda preta são só para podermos nomear cada célula.

A coluna cinza indica a distância relativa entre o primeiro acorde e o acorde seguinte. Embora existam muito mais do que 3 tons numa escala, só é necessário ir até 3 tons pra cobrir todas as mudanças de acordes possíveis, afinal, se você sobe 3 tons e meio, você cai no mesmo acorde que cairia se tivesse descido 2 e meio. 

As bolinhas com os sinais de + e - indicam se você está indo de um acorde maior para um outro maior, de um maior para um menor, de um menor para um maior, ou de um menor para outro menor.

As flechas entre as bolinhas indicam se você está subindo tons (quando apontadas para cima) ou descendo tons (quando apontadas para baixo). Entre 2 acordes maiores e 2 acordes menores tanto faz se você está subindo ou descendo tons, a emoção que a mudança causa é praticamente idêntica, por isso as flechas estão na horizontal funcionam nas duas direções nas colunas 1 e 6.

------------------------------------

Obviamente acordes não se dividem apenas entre maiores e menores, mas estes são os mais elementares e os mais usados na música popular. Com essa tabela, é possível visualizar todas as possíveis mudanças entre esses acordes básicos.

O significado das cores:

- As células em VERMELHO indicam minhas relações favoritas entre acordes e são as mais responsáveis por eu gostar ou não de uma música. São as mudanças que transmitem beleza, harmonia, prazer, felicidade, intensidade, êxtase, grandiosidade, esperança, inocência e todos os sentimentos mais puros e positivos. Elas não são todas iguais. A célula Y1 é a que eu chamo de "êxtase" por exemplo. A V1 eu chamo de "harmonia" ou "esperança" dependendo do contexto. Cada célula tem sua característica própria e seria necessário uma postagem muito maior pra descrever cada uma com detalhes. Isso é apenas uma breve introdução. 

- As células em ROSA são mudanças também harmoniosas, prazerosas, mas não tão puras quanto as vermelhas. São boas para versos, conexões e instantes onde você quer manter um clima positivo mas sem tocar em sentimentos mais belos.

- As células em VINHO criam um tom denso de drama e seriedade.

- As células em ROXO trazem um sentimento de melancolia e desencanto.

- As células em AZUL CLARO são relações especiais que trazem um ar de surpresa e mudança de clima, e portanto não devem ser usadas em excesso.

- As células em LILÁS estão no meio do caminho entre algo harmonioso e algo desarmoniosos e servem mais como conexões do que como algo atraente em si.

- As células em VERDE são um tanto desarmônicas mas são úteis pra se criar um clima de tensão extrema e o desejo por uma resolução.

- As células em CINZA ESCURO são mudanças que considero feias e inapropriadas.

Mudanças de acordes transmitem emoções e valores através de vibrações sonoras. Que tipo de padrão mais irá te atrair depende em grande parte de seu Senso de Vida.

Como disse, isso é apenas uma rápida introdução ao tema. É algo que eu uso pessoalmente pra compreender melhor o efeito da música em mim e nunca tinha antes compartilhado com outras pessoas. Achei que seria legal postar aqui pra ver se essas ideias fazem sentido pra mais alguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário